sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Sobre a Greve da TAP

As greves em empresas de transportes causam incómodos tremendos. Muito grandes mesmos, sobretudo em épocas críticas do ano. Mais do que os efeitos no turismo, penso sobretudo nos problemas causados pela greve da TAP em quem utiliza esta época para visitar a família.

De qualquer modo, numa altura em que as consequências da privatização da PT estão à vista, avançar-se com o processo de privatização da TAP roça o doentio. Por se tratar de um empresa bandeira, por ser um setor estratégico, entre muitas outras dimensões.

Os trabalhadores da empresa estão a defender os seus interesses ao avançar com esta greve, com certeza que sim. Mas, sem demagogias, eis um exemplo perfeito de uma greve em que o interesse de quem lá trabalha confunde-se com o interesse do país.

1 comentário:

Luís Olisipo disse...

«Os trabalhadores da empresa estão a defender os seus interesses ao avançar com esta greve, com certeza que sim. Mas, sem demagogias, eis um exemplo perfeito de uma greve em que o interesse de quem lá trabalha confunde-se com o interesse do país. »

Concordo!

É por estas e por outras que nem sempre a luta é fácil.